Planilha de cálculo de Custo de Usinagem

Filtro automático ao digitar Excel
Planilha Filtro automático Excel ao digitar
20 de agosto de 2016
Cadastro de fornecedores Excel planilha 2
Cadastro de fornecedores – Planilha de fornecedores Excel
30 de agosto de 2016

Planilha de cálculo de Custo de Usinagem

O levantamento de custos de produção é o início para a definição de um preço. Neste artigo você verá uma planilha de cálculo de custo de usinagem.

O artigo foi enviado pelo Alan Fernando Torres (email: a.fernando.torres@gmail.com), que também colaborou enviando outro artigo o Cálculo PMT do valor da parcela e amortização. No caso deste post, além do envio da planilha, também a base do texto do artigo foi enviada pelo Alan, obrigado pelas colaborações com a comunidade Excel.

O movimento de otimização de custos não consiste simplesmente em racionalizar tudo que está relacionado com o processo produtivo, mas sim em planejar e executar ações para eliminar das atividades àquelas que não agregam valor ao produto final, utilizando-se dos melhores direcionadores de custos e resultados para tal.

A etapa inicial (e primordial) deste movimento é o estabelecimento de uma política de gestão de custos dentro da empresa. Isto se dá através de um adequado investimento em ferramentas para que possibilitem à organização a mensuração dos custos. Medir é fundamental para que se possa avaliar a forma de consumo, alocações, desperdícios, etcECR Consultoria.

Planilha para centros de usinagem

Ao iniciar a planilha o sistema exibe uma tela de boas vindas, e ao clicar em OK é exibida a tela principal do sistema.

Cálculo de custos usinagem

Nesta tela você terá as opções de:

  • Iniciar um relatório: Este botão inicia um relatório, porém mantem os que você já tem salvado.
  • Verificar relatório de ferramentas: Exibe seus relatórios salvos.
  • Limpar relatórios salvos: Limpa todos os relatórios para um novo projeto.

Obs.: Sempre que for iniciar um projeto, cuja finalidade é saber o custo de um processo por completo é recomendado limpar os relatórios salvos.

Não se esqueça de salvar como ou fazer uma cópia da planilha caso queira guardar os relatórios.

Iniciar um relatório

Ao clicar em iniciar um relatório será exibida a tela de parâmetros sobre o processo, máquina e material a ser usinado.

Cálculo de custos usinagem 2

Nele você deverá inserir a data, o tempo de troca entre o final de uma peça e o início da outra, nome da máquina e o nome ou número da peça.

  1. Escolha o material a ser usinado: Abaixo existe uma tabela de classe dos materiais conforme a norma ISO.
  2. Continuar: Você será direcionado à página de seleção de processo.
  3. Reiniciar: Se clicar em reiniciar será direcionado para a página inicial da planilha.

Escolha de processo

Nesta página você terá as opções de furar, fresar, rosquear, verificar relatório de ferramentas ou reiniciar.

Cálculo de custos usinagem 3

  • Furar: Ao selecionar furar, você será direcionado à página para inserir os dados de furação.
  • Fresar: Ao selecionar furar, você será direcionado à página para inserir os dados de fresamento.
  • Rosquear: Ao selecionar furar, você será direcionado à página para inserir os dados de rosqueamento.
  • Verificar relatório de ferramentas: Exibe seus relatórios salvos.
  • Reiniciar: Se clicar em reiniciar será direcionado para a página inicial da planilha.

Furar

Nesta página você deverá preencher os dados referentes à furação.

Cálculo de custos usinagem 4

  • Número ferramenta: Digite o número da ferramenta, pode ser por ordem de numeração utilizada na máquina ou para ordenar o relatório.
  • Descrição do processo: Aqui você deverá descrever o que esta ferramenta irá fazer. Ex.: Furação para rosca M12X1,75.
  • Descrição da ferramenta: Aqui você deverá digitar a descrição da ferramenta. Ex.: Broca Ø10,5mm.
  • Diâmetro da ferramenta: Aqui você deverá digitar o diâmetro efetivo da ferramenta.
  • Velocidade de corte – (m/min.): Aqui você deverá digitar a velocidade de corte especificada pelo fabricante da ferramenta.
  • Avanço por volta – (mm/rpm)/faca: Aqui você deverá digitar o avanço por faca por revolução especificado pelo fabricante da ferramenta.
  • Ângulo de ataque da ferramenta (°): Aqui você deverá digitar o ângulo de ataque especificado pelo fabricante da ferramenta.
  • Número de facas: Aqui você deverá digitar o número de facas ou arestas da ferramenta.
  • No caso de ferramentas sólidas, o número de facas será sempre 1.
  • Custo do cabeçote: Aqui você deverá digitar o valor da ferramenta. Em caso de ferramentas intercambiáveis, o valor do cabeçote, o valor do inserto será na próxima linha.
  • Custo por inserto: Aqui você deverá digitar o custo do inserto. Em caso de ferramentas sólidas o valor será 0, em caso de ferramentas insertadas o valor será de cada inserto.
  • Vida útil estimada (metros): Aqui você deverá digitar o valor da vida útil em metros linear, geralmente determinada pelo fabricante da ferramenta.
  • Reafiações estimadas: Aqui você deverá digitar a quantidade de reafiações possíveis da ferramenta.
  • Em caso de ferramentas insertadas estilo PERFOMAX da SECO TOOLS, o valor será 0.
  • Vida estimada em relação a nova %: Aqui você deverá digitar qual a porcentagem da vida útil de uma ferramenta reafiada em relação a uma nova. Ex.: se a ferramenta nova fura 400 metros e após a reafiação 320 metros o valor será de 80. (80%)
  • Quantidade de furos por peça: Aqui você deverá digitar a quantidade de furos por peça.
  • Profundidade do furo (mm): Aqui você deverá digitar a profundidade do furo em milímetros.
  • Tempo de deslocamento do final do furo ao inicio do outro (seg): Aqui você deverá digitar o valor aproximado do tempo de deslocamento da ferramenta entre o final de um furo até se posicionar no início do outro.
  • Tempo de troca de ferramenta (seg.): Aqui você deverá digitar o valor do tempo de troca de ferramentas de seu equipamento, normalmente  citado no manual do equipamento.
  • Continuar: Irá abrir a tela com os dados calculados.
  • Reiniciar: Se clicar em reiniciar será direcionado para a página inicial da planilha.
  • Menu anterior: Retorna ao menu de escolha de processo
  • Limpar dados: Limpa todos os dados da planilha ativa.

Fresar

Nesta página você deverá preencher os dados referentes à fresamento.

Cálculo de custos usinagem 5

  • Número ferramenta: Digite o número da ferramenta, pode ser por ordem de numeração utilizada na máquina ou para ordenar o relatório.
  • Descrição do processo: Aqui você deverá descrever o que esta ferramenta irá fazer. Ex.: Fresar face.
  • Descrição da ferramenta: Aqui você deverá digitar a descrição da ferramenta. Ex.: Fresa de 63 mm.
  • Diâmetro da ferramenta: Aqui você deverá digitar o diâmetro efetivo da ferramenta.
  • Velocidade de corte – (m/min.): Aqui você deverá digitar a velocidade de corte especificada pelo fabricante da ferramenta.
  • Avanço por volta – (mm/rpm)/faca: Aqui você deverá digitar o avanço por faca por revolução especificado pelo fabricante da ferramenta.
  • Ângulo de posição da ferramenta (°): Aqui você deverá digitar o ângulo de posição especificado pelo fabricante da ferramenta.
  • Número de facas: Aqui você deverá digitar o número de facas ou arestas da ferramenta.
  • Tipo de fresamento: Aqui você deverá escolher o tipo de fresamento, se é faceamento, lateral ou plunging.
  • Faceamento: Fresamento cuja área de contato da fresa é maior que 60% do seu diâmetro.
  • Lateral: Fresamento cuja área de contato da fresa é menor que  60% do seu diâmetro.
  • Plunging: Fresamento cujo objetivo é alargar um furo com uma fresa, também conhecido como mandrilar.
  • Largura de corte: Aqui você deverá digitar qual a área de contato lateral da fresa. Se o valor for maior que 60% do valor do diâmetro da fresa, considerar o diâmetro total da fresa.
  • Profundidade de corte: Aqui você deverá digitar a profundidade de corte por passe, geralmente limitado pelo fabricante.
  • Quantidade de passe: Aqui você deverá digitar qual a quantidade de passes para atingir a altura desejada.
  • Comprimento de corte: Aqui você deverá digitar qual a área o comprimento do fresamento. Em caso de plunging, este valor será o da profundidade do fresado.
  • Custo do cabeçote: Aqui você deverá digitar o valor da ferramenta. Em caso de ferramentas intercambiáveis, o valor do cabeçote, o valor do inserto será na próxima linha.
  • Custo por inserto: Aqui você deverá digitar o custo do inserto. Em caso de ferramentas sólidas o valor será 0, em caso de ferramentas insertadas o valor de cada inserto.
  • Vida útil estimada (metros): Aqui você deverá digitar o valor da vida útil em metros linear, geralmente determinada pelo fabricante da ferramenta.
  • Reafiações estimadas: Aqui você deverá digitar a quantidade de reafiações possíveis da ferramenta.
  • Vida estimada em relação a nova %: Aqui você deverá digitar qual a porcentagem da vida útil de uma ferramenta reafiada em relação a uma nova. Ex.: se a ferramenta nova fura 400 metros e após a reafiação 320 metros o valor será de 80. (80%)
  • Tempo de troca de ferramenta (seg.): Aqui você deverá digitar o valor do tempo de troca de ferramentas de seu equipamento, normalmente citado no manual do equipamento.
  • Continuar: Irá abrir a tela com os dados calculados.
  • Reiniciar: Se clicar em reiniciar será direcionado para a página inicial da planilha.
  • Menu anterior: Retorna ao menu de escolha de processo
  • Limpar dados: Limpa todos os dados da planilha ativa.

Roscar

Nesta página você deverá preencher os dados referentes à rosqueamento.

Cálculo de custos usinagem 6

  • Número ferramenta: Digite o número da ferramenta, pode ser por ordem de numeração utilizada na máquina ou para ordenar o relatório.
  • Descrição do processo: Aqui você deverá descrever o que esta ferramenta irá fazer. Ex.: Roscar M12 X 1,75mm.
  • Descrição da ferramenta: Aqui você deverá selecionar a ferramenta através de uma lista pré-definida.
  • Ex.: Macho M12 X 1,75.
  • Diâmetro da ferramenta: Ao selecionar a ferramenta este campo será preenchido automaticamente.
  • Passo da rosca: Ao selecionar a ferramenta este campo será preenchido automaticamente.
  • Velocidade de corte – (m/min.): Aqui você deverá digitar a velocidade de corte especificada pelo fabricante da ferramenta.
  • Vida útil estimada (metros): Aqui você deverá digitar o valor da vida útil em metros linear, geralmente determinada pelo fabricante da ferramenta.
  • Reafiações estimadas: Aqui você deverá digitar a quantidade de reafiações possíveis da ferramenta.
  • Vida estimada em relação a nova %: Aqui você deverá digitar qual a porcentagem da vida útil de uma ferramenta reafiada em relação a uma nova. Ex.: se a ferramenta nova fura 400 metros e após a reafiação 320 metros o valor será de 80. (80%)
  • Quantidade de furos por peça: Aqui você deverá digitar a quantidade de furos por peça.
  • Profundidade da rosca (mm): Aqui você deverá digitar a profundidade da rosca em milímetros.
  • Tempo de deslocamento do final do furo ao inicio do outro (seg): Aqui você deverá digitar o valor aproximado do tempo de deslocamento da ferramenta entre o final de um furo até se posicionar no início do outro.
  • Tempo de troca de ferramenta (seg.): Aqui você deverá digitar o valor do tempo de troca de ferramentas de seu equipamento, normalmente  citado no manual do equipamento.
  • Continuar: Irá abrir a tela com os dados calculados.
  • Reiniciar: Se clicar em reiniciar será direcionado para a página inicial da planilha.
  • Menu anterior: Retorna ao menu de escolha de processo
  • Limpar dados: Limpa todos os dados da planilha ativa.

Tela de campos calculados

Após terminar de preencher os dados de qualquer um dos processos e clicar em continuar, irá aparecer uma tela com os cálculos de todos os parâmetros necessários para uma boa usinagem.

Esta tela também exibe as fórmulas utilizadas para os cálculos.

Guardar dados para impressão: Não clicar neste botão os dados existentes na tela serão armazenados e você será direcionado novamente para a tela de escolha de processo.

Assim você vai montando o seu processo ferramenta por ferramenta.

Cálculo de custos usinagem 7

Após concluir todas as ferramentas do seu processo, clique em verificar relatório de ferramentas e você será direcionado para a tela do relatório contendo todas as ferramentas.

Verificar relatório de ferramentas

Nesta tela você ira visualizar todas as ferramentas calculadas.

Cálculo de custos usinagem 8

  • Visualizar o relatório do processo: Irá abrir a tela com os cálculos de todo o processo.
  • Reiniciar: Se clicar em reiniciar será direcionado para a página inicial da planilha.

Visualizar o processo do relatório

Neste relatório você verá as informações como:

  1. A data do teste
  2. O número ou nome da peça;
  3. Tipo de material;
  4. Tempo de troca de peça;
  5. Quantas ferramentas serão utilizadas (com base nas ferramentas que você for salvando);
  6. O custo da peça para este processo (incluindo as reafiações);
  7. O tempo total para a peça;
  8. O investimento inicial que terá para compra das ferramentas;
  9. Quantidade de peças por hora.

Cálculo de custos usinagem 9

Imprimir: Ao clicar neste botão, você será direcionado a tela para impressão deste relatório.

Download “Cálculos para centros de custos de usinagem” Calculos-para-centros-de-usinagem.zip – Baixado 188 vezes – 352 KB

Abraço

Alan Torres e Marcos Rieper

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se no nosso canal do Youtube!


Junte-se ao nosso canal do Youtube. Começamos em abril de 2016, mas já temos mais de 06:00 h de treinamentos gratuitos e este número irá aumentar. Vídeos novos todos os sábados.